contato@cisamapi.mg.gov.br
(31) 3819-8800

Reunião de Mediação Sanitária

 

Com o objetivo de analisar a efetividade das políticas de saúde em municípios mineiros, foi criado, pelo Ministério Público de Minas Gerais, em parceria com a Defensoria Pública do Estado e a Secretaria de Estado de Saúde, o projeto “Mediação Sanitária: direito, saúde e cidadania”.

A intenção do projeto é mobilizar equipes compostas por promotores de Justiça, defensores públicos e servidores das instituições envolvidas para enfrentar as complexas demandas de saúde, a fim de garantir  o acesso  às  políticas públicas universais, integrais e igualitárias do Sistema Único de Saúde (SUS).

Ocorreu  em Ponte Nova  uma reunião  da Mediação Sanitária  como   que foi dirigida pelo  promotor de Justiça Gilmar de Assis, coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa da Saúde (CAO Saúde)......... um espaço de diálogo com os diversos órgãos que atuam na área da saúde da Microrregião de Ponte Nova   para que possam discutir conjuntamente a problemática da Saúde na região e apontar soluções e caminhos , como por exemplo, a atenção às urgências.

Participaram da reunião representantes da SES-MG, da Superintendência Regional de Saúde de Ponte Nova, do Ministério Público Estadual, Prefeitos e  Secretários da Microrregião de Ponte Nova , representantes dos Hospital   Arnaldo Gavazza Filho e Hospital Nossa Senhora das dores.

Houve encaminhamento de documentações, para saber exatamente qual o tamanho da crise que vive o HNSD e as razões que levaram sua mesa diretora anunciar o fim do atendimento materno-infantil.

 

   ESCLARECIMENTOS SOBRE FECHAMENTO DA MATERNIDADE E UTIN SERVIÇOS PRESTADOS PELO HOSPITAL NOSSA SENHORA DAS DORES.



A Prefeitura de Ponte Nova e Prefeituras da Região, em razão dos fatos ocorridos nas últimas semanas, envolvendo os serviços de maternidade, vem apresentar à população a verdade que envolve os serviços prestados pelo Hospital Nossa Senhora das Dores.

De plano, deve ser esclarecido à população que são repassados anualmente, mais de R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais) ao Hospital Nossa Senhora das Dores, e que são retirados diretamente do caixa de cada Secretaria Municipal de Saúde da região de P. Nova.

Também deve ser esclarecido que o pagamento deste valor está rigorosamente em dia, não existindo qualquer atraso no repasse, mesmo diante das grandes dificuldades enfrentadas pelas Prefeituras Municipais, diante da grave crise econômica que atinge o País desde o final do ano de 2014 e que tem refletido duramente no caixa dos Municípios.

Por outro lado, as Prefeituras Municipais, além de estarem cumprindo integralmente com os repasses financeiros ao Hospital Nossa Senhora das Dores, já realizou, e vem realizando, inúmeras medidas que também importam em repasses financeiros extras ao Hospital Nossa Senhora das Dores, e que alcançam um valor superior a R$ 16.000.000,00 (dezesseis milhões de reais) nos últimos oito anos.

A Prefeitura de Ponte Nova e Prefeituras da região colocam para consulta pública, a qualquer interessado, a visualização dos documentos que comprovam os repasses dos valores informados nesta nota.

Já foi solicitada ao Estado uma auditoria nas contas do Hospital Nossa Senhora das Dores, para que seja verificado como foram aplicados os valores repassados pelos Municípios.

Também já foi solicitada ao Ministério Público a instauração de uma investigação para apurar a aplicação dos recursos e, principalmente, a qualidade e a manutenção dos serviços prestados pelo Hospital Nossa Senhora das Dores.

Finalizando, as Prefeituras Municipais da região afirmam à população que já estão sendo adotadas todas as medidas necessárias à manutenção do atendimento prestado pelo Hospital Nossa Senhora das Dores.

Reafirmamos o compromisso de que não será acatada qualquer decisão do Hospital Nossa Senhora das Dores quanto à interrupção de atendimento sem que seja assegurado o direito do cidadão à saúde.

Acesse o site da sua Prefeitura e comprove o que está sendo informado e feito pelos Municípios. As informações estarão disponíveis a partir do dia 14 de agosto.


Ponte Nova, 11 de agosto de 2017.

Prefeitos e Secretários de Saúde dos Municípios consorciados ao CISAMAPI .

Clique aqui para se esclarecer melhor. 


CISAMAPI ATUARÁ PELO NÃO FECHAMENTO DA MATERNIDADE DO HOSPITAL NOSSA SENHORA DAS DORES

 

 

Prefeitos e secretários municipais de saúde de 21 municípios que integram o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Microrregião do Vale do Piranga/Cisamapi participaram na terça-feira (8/8), na sede da entidade, em Ponte Nova, de uma importante reunião para debater questões relacionadas à Maternidade e UTIN do Hospital de Nossa Senhora das Dores, que terão os serviços encerrados em 20/9.

Preocupados com os impactos que esta ação pode gerar na saúde regional, os representantes dos municípios deliberaram vários encaminhamentos com objetivo de avaliar a situação. Uma iniciativa imediata é a criação de uma comissão que atuará na busca por alternativas, levantamento de recursos, estudo de viabilidade e proposta de gestão através do Consórcio.

Os gestores destacaram que mesmo não sendo responsabilidade dos municípios a crise financeira da entidade, trabalharão de forma incansável na procura de soluções para manutenção deste importante serviço para a população.

A comissão inicia os trabalhos nesta semana, sendo formada pelos seguintes integrantes: Wagner Mol Guimarães (Prefeito de Ponte Nova), João Batista Mateus de Moraes (Prefeito de Alvinópolis), Gustavo Castro de Andrade (Prefeito de Guaraciaba), Alcione Albuquerque Lima (Prefeita de Santo Antônio do Grama), Ariadne Salomão (Secretária Municipal de Saúde de Ponte Nova), Rodrigo de Souza Leite (Secretário Municipal de Saúde de Rio Doce) e Antônio Assunção de Carvalho (Secretário Municipal de Saúde de Alvinópolis).

 

 

  

No dia 31 de Julho na Unidade do CISAMAPI, servidores públicos dos municípios consorciados, participaram de treinamento de capacitação para utilização do Sistema de  Agendamento de Assentos , concomitante ao agendamento de consultas,  emissão de mapa de viagem, relatórios e gráficos gerenciais com a nova funcionalidade PAINEL DE VIAGEM, que  centraliza todos os processos de agendamento e baixa em 1 só módulo.

O representante da Way Sistemas,  Alexandre  Heckert  apresentou   o  Sistema e realizou o treinamento dos representantes dos municípios, onde foi constatado a grande eficiência e rapidez no processo como um todo.

Com mais este módulo o CISAMAPI agilizou ainda mais seu processo de atendimento, otimizando as marcações para os agendadores e trazendo mais benefícios para os pacientes, que além dos comprovantes de marcações já recebem uma mensagem por celular ( sms)  com os dados do agendamento.

O José Francisco, gerente do sistema Estadual do Transporte – SETS,  expos a importância do Mapa de viagem , com o registro de todos os pacientes  e  destinos corretos , em cumprimento da legislação e segurança para todos.

Os participantes comentaram que a utilização do novo sistema facilitará o trabalho   de agendamento uma vez que no momento do agendamento das consultas e exames é possível a  entrega das passagens  para o usuário de forma totalmente integrada.
Regina, Secretária executiva  relatou que o CISAMAPI está sempre buscando melhores alternativas de acesso ao serviços de saúde  para os municípios  consorciados.